terça-feira, 20 de junho de 2017

A Engenheiro Goulart fará a interligação de passageiros que vem de São Paulo rumo aos destinos servidos pelas companhias aéreas

Em ritmo acelerado de construção, as obras da Estação Engenheiro Goulart, que fará a interligação das Linhas 13-Jade, de ligação com o Aeroporto Internacional de Guarulhos, e Linha 12-Safira (Brás-Calmon Viana), recebeu nesta segunda-feira (19), a visita do governador Geraldo Alckmin.
Acompanhado do secretário de Estado de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pellissioni, e do presidente da CPTM, Paulo Magalhães, o governador foi conferir pessoalmente como estão os trabalhos de reconstrução da Engenheiro Goulart, que deverá ser entregue este ano. “A estação foi praticamente demolida e será inaugurada com 15 mil metros quadrados de área construída, 30 vezes maior, com acessibilidade”, disse Alckmin.
A Engenheiro Goulart está desativada desde junho de 2014, quando foi fechada para as obras de reconstrução e adaptação para receber as estações. A estação da CPTM deve entrar em operação este ano, para receber os usuários da Linha 12-Safira (Brás-Calmon Viana).
“Temos uma passarela sobre a linha do trem até o Parque Ecológico do Tietê, que recebe 30 mil pessoas nos finais de semana. A estação facilitará muito o acesso ao parque, que é gratuito e está muito bonito”, destacou o governador.
Em 2018, quando está prevista a entrega da Linha 13-Jade, a Estação Engenheiro Goulart também receberá os passageiros que utilizarão a ligação com o Aeroporto Internacional de Guarulhos.
Orçada em R$ 2,2 bilhões, a Linha 13-Jade terá 12,2 km de extensão e será servida ainda pelas estações Guarulhos-Cecap e Aeroporto Guarulhos, em construção. Uma parte do trajeto, de 4,3 km, será feito em superfície e os outros 7,9 Km em via elevada.
Crédito da Foto: Alexandre Carvalho/A2